Vamos falar sobre… Sono

Enquadrado no âmbito da Semana da Saúde e Bem-estar do Agrupamento de Escolas da Lousã, para a qual a USF Serra da Lousã foi convidada a participar e colaborar, deslocámos-nos à Escola Secundária da Lousã para abordar e discutir  sobre o Sono e tempo de ecrã.

Pretendia-se uma sessão muito interactiva, pelo que foi com bastante agrado que constatámos o interesse e animação com que a turma do 8ºE nos recebeu, numa sessão marcada por bastante participação, colocando imensas questões pertinentes!

Apesar de já sabermos que o escasso número de horas de sono fosse um problema (razão pela qual fomos convidados a fazer esta sessão), não podemos salientar a surpresa perante uma realidade ainda mais preocupante que a idealizada. Pudémos constatar que na turma mais de 80% dos alunos tinha olheiras marcadas e, apesar de a média de horas de sono ter sido de 7 horas na noite anterior, algumas das crianças dormiram apenas 4, 5 e 6 horas…

Não tão surpreendente, mas igualmente grave foi constatar que a média de horas em frente ao ecrã ronda as 5 horas/dia.
Foi uma experiência enriquecedora e satisfatória para nós e para turma, centrada nos problemas actuais e menosprezados do dia-a-dia das nossas crianças.

Não podemos deixar de agradecer a iniciativa do Agrupamento de Escolas da Lousã, salientando a nossa disponibilidade para a articulações com outras sessões semelhantes.
Na foto, os dinamizadores da apresentação Dra. Inês Tinoco e Dr. Luís Amaral com a professora Teresa Moleiro .
Pode consultar a nossa apresentação aqui:  “SONO: uma solução para muitos problemas

 


Sabemos ainda que o Sono não é só um problema das crianças… E sabemos que existe um abuso de benzodiazepinas a nível nacional, pelo que acrescentamos este panfleto elaborado pela Coordenação Nacional da Estratégia Nacional do Medicamento e dos Produtos de Saúde.

“Dormir e Relaxar … sem depender de benzodiazepinas!”

Acreditação – Continuidade de um processo

Recorda-se que em 2016, ocorreu a 20 de setembro a avaliação do acompanhamento aos 4 anos, tendo-se verificado o incumprimento de alguns standards que comprometiam o nível de certificação alcançado (Bom).

Dessas “Não” Conformidades encontradas, eram da nossa responsabilidade a realização do:

  • Processo Assistencial Integrado da Diabetes Tipo II;
  • Processo Assistencial Integrado Risco Vascular no Adulto;
  • Responsabilidades e Funções por Categoria Profissional.

Estes três documentos, foram revisitados e finalizados a 10 de janeiro de 2017, tendo sido aprovados pela ACSA e DGS, tendo mesmo sido propostos para serem partilhados na plataforma do Acredita como documentos de boa prática.

 

No dia 8 de fevereiro de 2017, recebemos da ACSA, Comité de Certificação Internacional, a deliberação de “Manutenção da Certificação de nível Bom” com a informação da “validade da certificação termina no mês de junho de 2018”.

Apesar das matérias da responsabilidade da USF terem sido todas resolvidas, e ter sido renovada a CERTIFICAÇÃO, em termos de segurança das instalações da responsabilidade da ARS do Centro e/ou do ACeS PIN, continuam ainda por resolver as seguintes questões:

  • Ausência de contrato de manutenção do sistema de aquecimento/refrigeração (AVAC). Tendo sido resolvido a manutenção do elevador e alarme.
  • Falta colocar o equipamento de climatização na sala de vacinação.
  • Falta resolver as não conformidades do edifício, nomeadamente nos gabinetes nº9 e 10.
  • Falta formação aos profissionais relativamente ao plano de emergência e autoproteção (ver em anexo, oficio da ARS).
  • Falta fazer a simulação anual.
  • Falta calibrar algum material electromédico.

 

Os certificados de Acreditação:

Informação aos utentes : Utentes não inscritos nesta Unidade – Esporádicos

O atendimento aos utentes em situação de doença aguda deverá ser efetuado no Centro de Saúde/Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados/Unidade de Saúde Familiar, onde se encontra inscrito ou em alternativa num Serviço de Urgência de um Hospital (ex.  CHUC) ou numa Unidade Básica de Urgência (ex. Arganil).

Nesse sentido, e tendo em conta que no Concelho da Lousã, não existe nenhum serviço de urgência, o Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Norte, decidiu que os utentes inscritos nas Unidades Funcionais dos Centros de Saúde dos concelhos na proximidade da vila da Lousã (Centros de Saúde de Coimbra, Miranda do Corvo, Poiares e Góis), tendo garantida resposta às situações agudas nos seus Centros de Saúde, devem dirigir-se às suas Unidades de Saúde para aí serem atendidos.

Os contactos esporádicos de utentes de outros Concelhos, serão inscritos para atendimento* em vaga e horário disponível na agenda
médico/enfermeiro na USF que esteja escalada para esse mês.

  •  USF Serra da Lousã: janeiro, março, maio, julho, setembro e novembro;
  •  USF Trevim Sol: fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro.

 

Lousã, 02 de janeiro de 2018